PESQUISAR SITE DIGITANDO (ESC PARA FECHAR)

Skip to Content

DESLIZAR PARA BAIXO

 Adega de Santana – desde 1994

Aos 25 anos reinventamos a nossa marca sem nos esquecer da história que nos trouxe aqui. Na simplicidade de pequenos gestos e orgulho nas nossas raízes, levamos até si bebidas com história.

Estávamos no ano de 1994 quando Helder Silveira e Leonilda Silveira, de São Roque, decidiram edificar um alambique, na zona de Sant’Ana, em Santo António, e onde, até hoje, está situada a sede da Adega de Santana.

Na simplicidade de pequenos gestos e orgulho nas nossas raízes, levamos até si bebidas com história.

Este trajeto constitiu um processo de aprendizagem contínuo na arte de alambicar, “primeiro colhendo sabedoria a partir dos mais velhos e posteriormente desenvolvendo as suas próprias receitas dando  assim ao produto final um cunho muito próprio e pessoal, fazendo destes, produtos de destaque, então, na altura, apenas a nível local”.

Santa Luzia é, fruto da sua história, reconhecida pela produção de vinho e aguardente do Pico, pelo que não foi de estranhar que o proprietário da Adega de Santana se sentisse compelido a enveredar por esta arte.

Caso será para dizer que “na cultura e tradição picarota, a tradição baleeira está para o concelho das Lajes assim como a arte da alambicagem eventualmente estará para Santa Luzia”.

Conheça o fundador

da Adega de Santana

Natural da freguesia de Santa Luzia,  Helder Silveira, nascido em 1952, então com 42 anos, começou a alambicar apenas com  um alambique, tendo mais tarde construído um segundo, contando neste momento com três em plena actividade.

Fazer aguardente como os nossos avós foi sempre o meu sonho!

Helder Silveira
Fundador
sr-helder3
20211123_104418
Produzir aguardentes e licores

Inovação com base na tradição!

A Adega de Santana conta neste momento com dez referências permanentes no seu
cardápio de bebidas, sendo que “pontualmente poderemos vir a apresentar edições limitadas de outros sabores da terra”.

figos

Paralelamente a todo o processo de alambicar, esta Adega, que correspondia a um sonho antigo e sempre desejado, também deu início à produção de licores, sendo então o primeiro o licor de amora confecionado com amoras silvestres e tendo por base uma receita própria que tem vindo a ser aperfeiçoada fazendo deste um dos produtos mais apreciados da Adega de Santana não apenas no Pico, mas um pouco por todos os Açores.

A produção

Boas matérias-primas e aquela dose de saber só poderiam resultar em bebidas de excelência.

Actualmente, Hélder Silveira e a família continuam, por um lado a apostar na tradicional qualidade e na arte de bem alambicar, e por outro, acompanhar os tempos modernos de olhos postos no futuro.

to-topto-top
English EN Français FR Deutsch DE Português PT